A Zona de Integração do Centro-Oeste da América do Sul – ZICOSUR, uma rede de cooperação regional, impulsionada por 71 estados subnacionais da Argentina, Brasil, Bolívia, Paraguai, Peru e Chile, reuniu, nesta tarde, de forma virtual, o Conselho Consultivo para discutir alterações no seu estatuto. Além do Rio Grande do Sul, os estados do Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul integram a ZICOSUR. O documento foi aprovado em abril do ano passado, quando foram redefinidas as áreas de atuação para ampliar a integração econômica e logística na região. Na impossibilidade de dotar a ZICOSUR de personalidade jurídica pública internacional, a Presidência Pro-tempore, sob a coordenação da Província de Tucumán (Argentina) propõe se associar a uma fundação civil de direito privado. Trata-se da PRONorte, da Argentina. O Rio Grande do Sul, que integra oficialmente o bloco desde 4 de janeiro de 2018, esteve representado na reunião de hoje pela Secretária de Relações Federativas e Internacionais, Patrícia Kotlinski e pelo assessor de Assuntos Internacionais da Serfi, Robson Valdez. A Serfi representa o Rio Grande do Sul nesse fórum de articulação política com as demais províncias, estados e departamentos dos países membros da ZICOSUR e acompanha as tratativas das várias comissões que debatem, por exemplo, a implantação do ambicioso projeto do corredor bioceânico, uma ligação do Atlântico ao Pacífico, que encurtaria distâncias para o acesso dos produtos gaúchos aos mercados asiáticos. Na reunião, os membros do Conselho também foram informados sobre as posses do governador Ranolfo Vieira Junior e da nova titular da Serfi.



Governo do Estado do RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.