O governador Ranolfo Vieira Júnior participou, nesta segunda-feira (11/4), da sessão solene de recondução ao cargo e posse do defensor público-geral do Estado, Antonio Flávio de Oliveira. A solenidade ocorreu no auditório Romildo Bolzan do Tribunal de Contas do Estado, em Porto Alegre. 

Oliveira já ocupou o cargo nos últimos dois anos. Na eleição interna que elegeu os nomes da lista tríplice entregue ao governador em março, foi o mais votado, sendo novamente escolhido para estar à frente da Defensoria Pública do Rio Grande do Sul para o biênio 2022-2024. 

O governador reforçou a importância do trabalho da Defensoria Pública para a garantia dos direitos dos mais vulneráveis e completou: “Desejo muita sorte e êxito ao doutor Antonio na condução, por mais dois anos, da nossa Defensoria Pública. Êxito esse que virá em prol dos gaúchos mais necessitados”.



Posse defensor geral

Oliveira estará à frente da Defensoria Pública no biênio 2022-2024
Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Em seu discurso, Oliveira relembrou a infância em Vacaria, sua cidade natal, e o incentivo da mãe para que persistisse nos estudos. Também destacou os avanços alcançados durante a última gestão. “Em dois anos realizamos mais de 3 milhões de atendimentos e centenas de mutirões e campanhas. Inauguramos 27 novas sedes e passamos a atender, pela primeira vez na história, em todas as comarcas do Rio Grande do Sul. Ainda que parcialmente, estamos lá acolhendo, ouvindo e proporcionando esperança para milhares de gaúchos e gaúchas”, disse.

Para o próximo biênio, Oliveira destacou como objetivo a continuidade do diálogo com as instituições, do trabalho humanizado e da busca por mais inovação para a entrega de serviços cada vez melhores aos que mais necessitam. 

Perfil

Antonio Flávio de Oliveira é defensor público da classe Especial. Desde 2016 exerce a função de defensor público-geral para Assuntos Administrativos. Formado em Direito pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) – Campus Vacaria em 1996, foi nomeado para a Secretaria Estadual da Fazenda em 1991, onde permaneceu até tomar posse como defensor público, em 2004.

Atuou nas comarcas de Vacaria, Encantado, Guaporé e Lagoa Vermelha. Atualmente está classificado na 1ª Defensoria Pública Especializada Criminal do Foro Central Porto Alegre.

Texto: Thamíris Mondin
Edição: Secom



Governo do Estado do RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.