Em café da manhã com líderes e vice-líderes de bancadas da Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira (6/4), o governador Ranolfo Vieira Júnior conduziu reunião para apresentar investimentos na área da saúde por meio de emendas parlamentares e também ampliar informações sobre o reajuste geral dos servidores.

“Temos dois temas importantes a apresentar, e aproveito a nossa primeira reunião oficial recebendo deputados e deputadas aqui no Palácio Piratini para dizer que espero que nossa relação com o parlamento continue sendo profícua e muito republicana. Esta relação com os parlamentares é muito importante para todas as agendas do Estado e seguiremos com muito diálogo até a conclusão deste mandato”, afirmou o governador.



51986767670 ceabdfd689 k1

“Fazemos este anúncio graças a um governo que cumpre o que está no orçamento”, disse a secretária da Saúde, Arita Bergmann
Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

A secretária da Saúde, Arita Bergmann, anunciou para esta quarta (6) o pagamento, oriundo de emendas parlamentares, de R$ 22,6 milhões para a área da saúde. “Fazemos esse anúncio graças a um governo que cumpre o que está no orçamento. Temos um orçamento real, exequível e aprovado pelos parlamentares. Estamos anunciando para a data de hoje o depósito destes valores aos municípios e hospitais”, afirmou Arita.

O valor é referente a 277 emendas parlamentares, o que representa 71,5% do total destinado à saúde por meio desse instrumento. Dos 55 deputados, 49 destinaram suas emendas para atender pleitos de municípios e hospitais em busca de fortalecer a atenção primária e área hospitalar atendendo diretamente a população nas principais portas de entrada dos serviços de saúde. As emendas permitem que o parlamento sugira alterações na proposta de orçamento encaminhada pelo Poder Executivo.



51986767055 e0aca0827c k

Valor depositado é referente a 277 emendas parlamentares, o que é 71,5% do total destinado à saúde por meio desse instrumento
Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Na reunião, o secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso, apresentou aos deputados mais informações sobre o projeto de lei que será enviado à Assembleia Legislativa para tratar do reajuste geral do funcionalismo. A proposta do Executivo prevê a correção de 6% do salário dos servidores estaduais.

Ao lado do governador, também representaram o Executivo o secretário-chefe da Casa Civil, Artur Lemos; o procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa; o secretário de Planejamento, Governança e Gestão, Claudio Gastal; o secretário de Apoio à Gestão Administrativa e Política, Agostinho Meirelles; e a chefe de gabinete Flavia Frey.

Pela Assembleia Legislativa, participaram os deputados Adolfo Britto, Aloísio Classmann, Beto Fantinel, Carlos Búrigo, Dalciso Oliveira, Dirceu Franciscon, Ernani Polo, Francine Bayer, Frederico Antunes, Gaúcho da Geral, Gilberto Capoani, Giuseppe Riesgo, Juvir Costella, Luiz Fernando Mainardi, Luiz Henrique Viana, Mateus Wesp, Paparico Bacchi, Pedro Pereira, Sergio Turra, Tenente-coronel Zucco, Thiago Duarte, Vilmar Lourenço e Zilá Breintenbach.

Texto: Lizi Cordeiro
Edição: Marcelo Flach/Secom



Governo do Estado do RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.