A retomada do voo direto entre Porto Alegre e Lisboa foi tratada, nesta segunda-feira (4/4), em reunião entre o governador Ranolfo Vieira Júnior e a CEO da Tap Air Portugal, Christine Ourmières-Widener. Em 29 de março, a companhia aérea voltou a fazer a rota, suspensa há dois anos em razão da pandemia de coronoavírus. A ligação direta foi iniciada em junho de 2011.

O governador Ranolfo destacou que a iniciativa da Tap é a abertura do Rio Grande do Sul para o mundo. “Nós, que retomamos o equilíbrio fiscal e realizamos uma série de investimentos no Estado, louvamos esta importante decisão para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul”, acrescenta.

Para o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Joel Maraschin “é muito importante essa retomada encurtando distâncias e na busca de novos investidores para o Estado”. As frequências são terças, quintas e sábados.

“Neste momento, são três voos semanais, mas, se houver demanda, não está descartado o aumento deste número”, afirmou a executiva da companhia aérea. Ranolfo destacou que o Rio Grande do Sul tem potencial para ampliar a frequência. O governador lembrou o avanço que o Estado registra na aviação regional. São 12 municípios com ligação aérea para a capital gaúcha ou São Paulo.

O encontro também contou com a presença do diretor de promoção comercial e assuntos internacionais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Leonardo Neves; e do líder do governo da Assembleia Legislativa, Frederico Antunes. No final da reunião, os executivos da TAP conheceram o histórico Palácio Piratini.

No total, são 11 as cidades do Brasil que a TAP liga diretamente à Europa. O voo Lisboa–Porto Alegre é o segundo mais longo operado pela TAP, apenas depois de San Francisco (EUA).

Texto: Andrea Martins
Edição: Marcelo Flach/Secom



Governo do Estado do RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.