O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), vinculado à Secretaria de Logística e Transportes (Selt), lançou o sistema de Gestão de Transporte Coletivo (GTC), voltado às empresas de fretamento e turismo e transporte intermunicipal de passageiros. A plataforma idealizada pela Diretoria de Transportes Rodoviários (DTR) possibilita o encaminhamento on-line dos documentos necessários à circulação de ônibus e vans nas rodovias gaúchas.

No ar desde 21 de março, a GTC pode ser acessada neste link: https://gtc.rs.gov.br/pagina-inicial. A expectativa é de que mais de 3 mil usuários com cadastros ativos no Daer utilizem o endereço eletrônico para providenciar licenças, realizar cadastros e até gerir a frota.

“Ao tornarmos os processos 100% digitais, agilizamos o atendimento das solicitações e aumentamos a eficiência da equipe, que pode ser realocada para ações de fiscalização de veículos nas estradas, proporcionando mais segurança à população”, afirma o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino. “É uma iniciativa pioneira da DTR que impacta positivamente na eficiência desse serviço executado pela autarquia”, acrescenta.

Desenvolvido pela Procergs – Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio Grande do Sul S.A., o sistema é integrado aos bancos de dados da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e do Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul (DetranRS). “É uma ferramenta única que reúne todas as informações necessárias a respeito das empresas e veículos, e, em breve, será interligada às seguradoras e organismos de inspeção a fim de acessarmos a validade e vigência das apólices e recebermos os dados dos Laudos de Inspeção Técnica Veicular (LITs)”, explica o diretor da DTR, Lauro Hagemann.

A GTC foi elaborada a partir dos processos e atividades realizados pela diretoria com o objetivo de desburocratizá-los. “A autonomia que as empresas vão conquistar repercutirá em uma maior viabilidade de operação. Uma viagem que precisa ser realizada em um fim de semana, e não estava programada, poderá acontecer a partir de agora dentro da legalidade”, afirma Hagemann.

Texto: Liana Ramos Carvalho/Ascom Daer
Edição: Secom



Governo do Estado do RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.