Atualizado às 14h35 de 19/3

Palco de importantes acontecimentos da história gaúcha, o Palácio Piratini, em Porto Alegre, irá receber um espetáculo teatral em homenagem ao centenário do prédio. É a peça “Do Cipreste ao Piratini – a origem”, de Rinaldo Souto, que conta com mais de 80 artistas e narra acontecimentos importantes que levaram ao início da Guerra dos Farrapos.

Em razão da previsão de chuva neste sábado (19/3), as apresentações serão domingo (20/3), às 18h30 e às 20h. Evento gratuito, está com os ingressos esgotados para as duas apresentações em estrutura montada em frente ao Palácio Piratini, no Centro da capital.

Dividido em três atos, o enredo apresenta os eventos ocorridos entre 18 e 21 de setembro de 1835, quando as tropas de Bento Gonçalves e Gomes Jardim tomaram o antigo Palácio de Barro, onde fica hoje o Piratini, até então sob poder do império.

Bento Gonçalves é interpretado pelo cantor nativista Manity Oliveira. O elenco reúne outros nomes conhecidos do cenário gaúcho. Gomes Jardim é interpretado por Fábio Malcorra, enquanto Onofre Pires é o personagem de Alessandro Lauffer. O elenco principal conta também com a representação da força da mulher gaúcha, através das participações de Kauana Neves interpretando Dona Leonor e Denise dos Santos Dona Caetana.

O espetáculo tem cenas produzidas, como um ritual da maçonaria entre lideranças farroupilhas e um baile com trajes de época, além de cenários como o cipreste da fazenda de Gomes Jardim. A montagem traz ainda duas cenas que buscam exaltar a atuação feminina na guerra. A apresentação terá transmissão ao vivo pela página da @setur e @docipresteaopiratini.

O evento é uma realização do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, governo federal e RS Expressões da Arte, com apoio do governo do RS e Palácio Piratini.

Texto: Ascom Setur
Edição: Secom



Governo do Estado do RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.