Notícias do Estado e Município

Curso EAD sobre Programa de Integração Tributária e Educação Fiscal capacita servidores durante o distanciamento social

0



A Receita Estadual, por meio da Divisão de Promoção e Educação Tributária (DPET), concluiu a formação de mais uma turma do curso “Programa de Integração Tributária – Educação Fiscal”, oferecido na modalidade a distância em parceria com o portal Escola na Rede. A iniciativa ocorreu entre 15 de abril e 19 de maio, formando 43 servidores de 39 municípios do Rio Grande do Sul.

O principal objetivo do curso é aprofundar o conhecimento sobre educação fiscal e sua relação com o Programa de Integração Tributária (PIT), propiciando condições para que os servidores reflitam sobre como podem contribuir para implantar ou incrementar o Programa de Educação Fiscal nos seus municípios. Ao todo, desde 2016, já são sete turmas concluídas e 280 pessoas capacitadas, de 171 cidades diferentes.

O conteúdo é dividido em quatro módulos, com carga horária de 20 horas: o primeiro contextualiza os principais conceitos sobre educação fiscal; o segundo explica a relação entre a educação fiscal e o PIT; o terceiro detalha como implantar um Programa Municipal de Educação Fiscal; o quarto módulo, por fim, apresenta um conjunto de atividades para a manutenção do Programa Municipal de Educação Fiscal.

Para concluir o curso, o aluno precisa participar de cinco atividades avaliativas, sendo elas dois fóruns, um diagnóstico sobre a educação fiscal no seu município, a elaboração de um plano para que o município passe a participar ou atue de forma mais efetiva no PIT e no Programa de Educação Fiscal, além um questionário final.

Iniciativa foi realizada durante pandemia

O curso estava previsto para ser disponibilizado ainda antes da pandemia. Com a decretação do estado de calamidade pública, os alunos foram consultados sobre a disponibilidade de realizar a atividade em modo de teletrabalho, o que viabilizou a realização do curso sem prejudicar o isolamento social.

Esse momento ímpar propiciou debates diferenciados, ressaltando a função do Estado e dos tributos para viabilizar o atendimento e o acesso à saúde para toda a sociedade. De acordo com o chefe da DPET, João Carlos Loebens, vários alunos mencionaram a atual pandemia do coronavírus como exemplo de situação em que a presença do Estado é fundamental na organização social para o enfrentamento da crise.

Buscando conhecer o funcionamento da estrutura de ingressos e gastos dos recursos públicos, associada ao necessário controle (tanto institucional como social), e debatendo com os colegas do curso sobre uma área tão essencial para viabilizar a convivência humana de forma harmoniosa, a inclusão da Covid-19 nos assuntos e reflexões foi bastante considerável, evidenciando a importância da atuação pública para fazer frente ao problema.

Além disso, o curso contou com a participação especial de Dão Real Pereira dos Santos, auditor da Receita Federal do Brasil, que participou como convidado dos debates com os alunos, esclarecendo dúvidas que surgiram sobre o tema da reforma tributária.

Texto: Ascom Sefaz-Receita Estadual
Edição: Secom



Site do Autor

Vacina desenvolvida pela China mostra resultados promissores

Previous article

ICMBio estabelece novas regras para visitas ao refúgio de Alcatrazes

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *