Facebook
Aviso

Semana que vem haverá festa da cidade

General diz que existe ‘indústria’ de reintegração de militares no Exército no Rio Grande do Sul

Uma operação conjunta entre Polícia Federal, Exército e Advocacia-Geral da União (AGU) investigou fraudes na concessão de licenças médicas e aposentadorias de militares reintegrados às Forças Armadas. De acordo com o comandante militar da 3ª Região Militar, general de divisão Valério Stumpf Trindade, existe uma “indústria” de reintegração dentro das forças armadas.

“Nós temos uma indústria de reintegração, são militares temporários que ao darem baixa, buscam escritórios de advocacia para voltarem às Forças Armadas e receberem um salário, muitas vezes, indevido”, afirma o general.

Conforme a procuradora federal da 4ª Região Lisiane Ferrazzo Ribeiro, o advogado preso nesta segunda era responsável por 114 ações que estavam em fase de execução. No entanto, os clientes, apesar de alegarem problemas de saúde, tinham uma vida normal, e estavam trabalhando em outros lugares.

“Foi se percebendo que muitos tinham vida normal, muitos estavam empregados, com vida saudável, e foi se percebendo que essa fraude”, afirma a procuradora.

De acordo com Lisiane, levando em conta os pagamentos vitalícios que seriam feitos para os falsos beneficiários, o custo seria bilionário.

“Fazendo uma projeção da expectativa de vida, multiplicando apenas os clientes deste advogado, teremos R$ 1,1 bilhão de economia, apenas desse advogado, em fase de pagamento. É uma indústria”, afirmou a procuradora.

Além do advogado preso, outras três pessoas foram conduzidas coercitivamente para prestar depoimento, além das buscas e apreensão nas cidades de Canoas e Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

“Conduzimos a investigação, e hoje houve a prisão do titular do escritório de advocacia e a condução de três beneficiários de pensão que entendemos de origem fraudulentas”, afirmou o delegado federal responsável pela investigação, Aldronei Pacheco Rodrigues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parceiros2
Parceiros
MegaNet